Você sabe a diferença entre capital de giro e fluxo de caixa?

fluxo de caixa sim distribuidora

O Capital de Giro é uma parte importantíssima do negócio. Sem ele, a empresa não consegue manter a saúde financeira em situações difíceis; como um período de baixas vendas ou, aproveitar as ofertas de fornecedores. Mas, afinal, o que é Capital de Giro? Qual a diferença entre capital e giro e fluxo de caixa?

Capital de Giro: o que é?

Capital de Giro é a reserva financeira disponível para manter as atividades operacionais da empresa. Pode ser um capital próprio como recursos financeiros obtidos através de terceiros. É um dinheiro que fica imobilizado no caixa, ou seja, a empresa sabe que ele existe, porém, como capital de giro, só poderá ser utilizado para garantir o equilíbrio do fluxo de caixa, quando as entradas financeiras são menores que as saídas (contas a pagar).

Três fatores influenciam a quantidade de Capital de Giro disponível: Prazo Médio de Estocagem (PME), Prazo Médio de Fornecedores (PMF) e Prazo Médio Concedido ao Cliente (PMCC).  Se a quantidade de produtos estocados é grande, o giro de estoque é demorado e o prazo que a empresa concede aos compradores é longo, existe um grande risco de a empresa entrar no vermelho.

Isto porque ela levará mais tempo para ganhar dinheiro com a venda do estoque e os recebimentos dos clientes, porém, precisa pagar as contas do dia a dia. Por esta razão, o Capital de Giro tem que ser suficiente para suportar as operações da empresa, quando as receitas são menores que as despesas do cotidiano.

Capital de Giro positivo: Acontece quando os prazos para pagar fornecedores, tributos, mão de obra e outras despesas são maiores do que a soma dos prazos médios de recebimentos dos clientes e da estocagem. Ou seja, a empresa consegue ganhar dinheiro com rapidez e tem prazos mais longos para pagar o que deve.  

Capital de Giro negativo: O prazo médio para pagar os fornecedores é menor que a soma dos prazos médios de pagamentos a efetuar e de estocagem. Retiradas sucessivas e volumosas de Capital de Giro comprometem o futuro financeiro da empresa.

Para saber se o Capital de Giro é positivo ou negativo, é preciso usar a seguinte fórmula: Capital de Giro = Ativo Circulante – Passivo Circulante.

Ativo Circulante corresponde a todo o dinheiro disponível no caixa, em conta bancária, aplicações financeiras, contas a receber e outras entradas. O Passivo Circulante representa as obrigações que a empresa tem a pagar, tais como salários e encargos, fornecedores, parcelas de empréstimos, entre outros valores.

Exemplo: Uma empresa tem contas a receber no valor de R$ 200 mil. As despesas com estoque são de R$ 30 mil. O total de contas a pagar é de R$ 55 mil. Qual o Capital de Giro necessário? Some contas a receber ao estoque e subtraia o valor das contas a pagar: (200.000 + 30.000) – 55.000 = 175.000. O resultado corresponde ao Capital de Giro que a empresa precisa para manter o equilíbrio financeiro.  

fluxo de caixa sim distribuidoraFluxo de Caixa: o que é?

O Fluxo de Caixa é um instrumento fundamental para controlar a gestão financeira. É no Fluxo de Caixa que a empresa contabiliza as entradas e saídas financeiras, todos os dias. No Fluxo de Caixa são lançados os valores recebidos pela empresa e os pagamentos efetuados no mesmo período. Nesta planilha, a empresa visualiza o total de recebimentos, pagamentos e o saldo final.

Percebe a importância do Fluxo de Caixa? Basta analisar os resultados obtidos em 30 dias para ter uma ideia do desempenho de vendas e recebimentos. Quando o resultado é negativo, a empresa deve ficar em alerta.

O saldo negativo do Fluxo da Caixa mostra que o volume de recebimentos está baixo em consequência, por exemplo, da retração de vendas e aumento da inadimplência dos clientes que fizeram compras a prazo. O Capital de Giro, nessa situação, poderá ser usado para garantir a fluidez ao caixa. Mas é fundamental buscar soluções para reverter esse quadro para não agravar ainda mais a saúde financeira.  

Benefícios do Fluxo de Caixa

  1. Possibilita controlar as entradas e saídas
  2. Emite sinais de alerta quando o saldo é negativo
  3. Fornece informações ao planejamento financeiro
  4. Mostra se a empresa pode realizar promoções
  5. Confirma se a empresa tem recursos financeiros para se manter ou terá que obter dinheiro em outras fontes

Entendeu a diferença entre capital de giro e fluxo de caixa? Compartilhe e leia outros posts no blog!